Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Zai-Zang's Aria

Compositor: Cui César

Ópera: The Mandarin's Son

Papel: Zai-Zang (Baixo)

Descarga música impresa gratis: "Zai-Zang's Aria" PDF
Mandarin's Aria. Mandarin. The Mandarin's Son. CuiMacGregor's Narrative. MacGregor. William Ratcliff. CuiStava dirà la terra. Il Gran Sacerdote. Aureliano in Palmira. RossiniSe grave è a te. Tanato. Alceste. GluckAmor è un tiranno, che ai sensi fà guerra. Ercole. Admeto. HändelAh, pieta! Signori miei!. Leporello. Don Giovanni. MozartDel minacciar del vento si ride. Emireno. Ottone. HändelO Isis und Osiris. Sarastro. A Flauta Mágica. MozartDer auf Morgen-Abend-Gluthen. Dandau. Jessonda. SpohrLe veau d'or est toujours debout. Mèphistophélès. Faust. Gounod
Wikipedia
César Antonovitch Cui (em russo: Цезарь Антонович Кюи; Vilnius, 1835 – Petrogrado, 1918) foi um compositor e crítico musical russo de ascendência francesa e lituana. Foi um compositor extremamente prolífico, escrevendo muitas peças para piano, música de câmara, mais de 300 canções, peças para orquestra e várias óperas.
Cui nasceu em Vilnius. Estudou piano e teoria musical na infância, e entrou na Escola de Engenharia Militar de São Petersburgo, iniciando uma carreira militar. Tornou-se especialista em fortificações. Quando em 1857 conheceu Mily Balakirev, passou a dedicar-se seriamente à música, tornando-se membro do Grupo dos Cinco e o único do quinteto a estudar música na academia.
Como crítico, Cui escreveu mais de 800 artigos entre 1864 e 1918 (sobretudo na época 1864-1900) para vários jornais e outras publicações na Rússia e resto da Europa. Vários dos artigos foram agrupados tematicamente em monografias: Kol'tso Nibelungov (O Anel do Nibelungo, 1876); A música na Rússia (1880); Russkii romans (O Romance Russo, 1896). Na década de 1860, a sua crítica no jornal são-petersbuguense Vedomosti valeu-lhe a alcunha "niilista musical" devido ao desdém pela antiga música clássica (como a da época de Mozart) e ao seu apelo pela originalidade musical.
Os membros do Grupo dos Cinco estão sepultados no Cemitério Tikhvin.
Mily Balakirev
Aleksandr Borodin
César Cui
Modest Mussorgsky
Nikolai Rimsky-Korsakov