Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Par le rang et par l'opulence

Compositor: Donizetti Gaetano

Ópera: La fille du régiment

Papel: Marie (Soprano)

Descarga música impresa gratis: "Par le rang et par l'opulence" PDF
Se crudele il cor mostrai. Betly. Betly. DonizettiIl dolce suono mi colpì di sua voce. Lucia di Lammermoor. Lucia di Lammermoor. DonizettiDi che amore io t'abbia amato. Bianca. Ugo, conte di Parigi. DonizettiSin la tomba è a me negata!. Antonina. Belisario. DonizettiCiel sei tu che in tal momento. Parisina. Parisina. DonizettiIn questo semplice, modesto asilo. Betly. Betly. DonizettiCom'è bello. Lucrezia Borgia. Lucrezia Borgia. DonizettiPerchè nell' alma inquesto loco. Sela. Il diluvio universale. DonizettiQuella vita a me funesta. Elisabetta. Maria Stuarda. DonizettiIl faut partir mes bons compagnons d'armes. Marie. La fille du régiment. Donizetti
Wikipedia
La fille du régiment (A Filha do Regimento) é uma ópera cômica em dois atos de Gaetano Donizetti. Escrita enquanto o compositor estava vivendo em Paris, o libretto em francês é da autoria de Georges Henri Vernoy de Saint-Georges e Jean-François Bayard. Uma versão ligeiramente diferente em italiano (tradução de Callisto Bassi) foi adaptada para o gosto do público italiano.
La fille du régiment foi apresentada pela primeira vez em 11 de fevereiro de 1840, no Opéra-Comique, Paris, depois no La Scala, Milão, em 30 de outubro do mesmo ano. Foi apresentada em inglês no Teatro Surrey, em Londres, em 21 de dezembro de 1847, e foi reapresentada na mesma temporada em italiano com Jenny Lind. Nova Orleans assistiu a primeira performance na América, em 7 de março de 1843. Era frequentemente representada em Nova Iorque, o papel de Marie sendo o favorito, junto de Jenny Lind, Henriette Sontag, Pauline Lucca e Adelina Patti. Houve apresentação no Metropolitan Opera House com participação de Marcella Sembrich e Charles Gilibert (Sulpice) em 1902-1903. Também no Manhattan Opera House em 1909 com Luisa Tetrazzini, John McCormack e Charles Gilibert, e novamente com Frieda Hempel e Antonio Scotti nos mesmo papéis do Metropolitan em 17 de dezembro de 1917.
Nota (A): Mulheres que acompanhavam tropas militares para vender comida aos soldados.