Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Dalle stanze, ove Lucia

Compositor: Donizetti Gaetano

Ópera: Lucia di Lammermoor

Papel: Raimondo Bidebent (Baixo)

Descarga música impresa gratis: "Dalle stanze, ove Lucia" PDF
RAIMONDO
Dalle stanze ove Lucia
Trassi già col suo consorte,
Un lamento ... un grido uscia
Corsi ratto, in quelle mura
Come d'uom vicino a morte!
Ahi! terribile sciagura!
Steso Arturo al suol giaceva
Muto freddo insanguinato! ...
E Lucia l' acciar stringeva,
Che fu già del trucidato!
Ella in me le luci affisse ...
»Il mio sposo ov'è?« mi disse:
E nel volto suo pallente
Un sorriso balenò!
Infelice! della mente
La virtude a lei manco!
A tanto amor. Baldassarre. La Favorita. DonizettiTaci il voglio. Colonnello. Il giovedì grasso. DonizettiIo posposto ad un Torquato. Don Gherardo. Torquato Tasso. DonizettiIn quell' arca rispettate. Noè. Il diluvio universale. DonizettiBello ardir di congiurati... Fosca notte, notte orrenda. Faliero. Marino Faliero. DonizettiEntra nel circo. Murena. L'esule di Roma. DonizettiNella stanza, che romita. Guido. Gemma di Vergy. DonizettiDio tremendo onnipossente. Noè. Il diluvio universale. DonizettiEccomi a voi. Murena. L'esule di Roma. DonizettiElla è un giglio di puro candore. Marchese. Linda di Chamounix. Donizetti
Wikipedia
Lucia di Lammermoor, é uma ópera em 3 atos de Gaetano Donizetti, com libreto de Salvatore Cammarano, baseada no romance "The Bride of Lammermoor" (A Noiva de Lammermoor), de Walter Scott. Juntamente com Don Pasquale e L'elisir d'amore, é uma das óperas mais representadas de Donizetti na atualidade. A sua estreia ocorreu no Teatro San Carlo em 26 de setembro de 1835.
O soprano Maria Callas foi responsável pela renovação do papel em 1952, na Cidade do México. A gravação de 1955 (Berlim com direção de Herbert von Karajan) é um importante registro dessa composição. Dame Joan Sutherland alcançou fama internacional após sua estreia como Lucia no Royal Opera House, Covent Garden em 1959. Esse papel tornou-se relativamente importante em seu repertório.
Jardins do castelo da família Lammermoor. Normanno, capitão da guarda do castelo, acompanhado de outros serviçais, está procurando um intruso. Ele conta logo a Enrico Ashton de Lammermoor que suspeita que tal intruso é Edgardo de Ravenswood, de uma família inimiga, que vem ao castelo para encontrar-se com Lucia, sua irmã mais nova. Ao descobrir que Normanno estava certo, Enrico dispõe-se a acabar de uma vez com a relação entre ambos.
Diante de uma fonte, na entrada próxima ao castelo, está Lucia, esperando por Edgardo. Lucia explica a Alisa, sua serviçal, que viu o fantasma de uma menina assassinada nesse mesmo lugar por um ciumento ancestral da família Ravenswood - a mesma de Edgardo. Alisa vê nisso um mau pressentimento e alerta Lucia para que desista do romance. Edgardo aparece e explica que vai à França, em missão política, acreditando poder selar a paz com Enrico e casar-se com Lucia. E, diante das dúvidas da aceitação ou não por parte de Enrico, trocam alianças selando o compromisso.
Dentro dos aposentos de Lorde Enrico, acontecem os preparativos para o casamento arranjado de Lucia e Arturo Bucklaw. Enrico, preocupado com a reação de Lucia, forja uma carta supostamente escrita por Edgardo dizendo que ele já a esqueceu e está casado. Raimondo, o capelão, tenta convencer Lucia a esquecer Edgardo pelo bem de sua família.
Tem início a cerimônia nupcial. Arturo e Lucia, contrariada, assinam o contrato nupcial. Edgardo aparece de súbito e ameaça os presentes. Raimondo mostra a Edgardo o contrato nupcial e este, irritado, faz com que Lucia se desfaça dos anéis de compromisso. E é forçado a se retirar do castelo.
Enrico e Edgardo marcam um duelo. Dentro do castelo, Raimondo noticia que Lucia assassinou Arturo cravando-lhe um punhal durante a noite de núpcias. Fora de si, Lucia se imagina na noite de núpcias com Edgardo e roga-lhe perdão pela traição. Lucia chegara à loucura.
Amanhece, e atrás do cemitério dos Ravenswood, Enrico e Edgardo se encontram para o duelo. Surge uma procissão lamentando a morte de Lucia (não é explícita a causa - se Lucia foi condenada à execução, suicidou-se ou adoeceu). Dobram os sinos anunciando a morte e Edgardo, que não suporta a ideia de vê-la morta, suicida-se com uma punhalada no peito.
Nota: "Cat:" refere-se ao número de catálogo da editora; "ASIN" é a referência da amazon.com.