Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Veramente ha torto, è vero

Compositor: Paisiello Giovanni

Ópera: The Barber of Seville

Papel: Bartolo (Baixo)

Descarga música impresa gratis: "Veramente ha torto, è vero" PDF
Vuoi tu, Rosina. Bartolo. The Barber of Seville. PaisielloLa calunnia, mio signore. Don Basilio. The Barber of Seville. PaisielloNon più andrai farfallone amoroso. Figaro. Le nozze di Figaro. MozartMadamina, il catalogo è questo. Leporello. Don Giovanni. MozartVénus même n'est pas plus belle!. Jupiter. Philemon et Baucis. GounodNel teatro del gran mondo. Gaudenzio. Il signor Bruschino. RossiniLa vendetta, oh la vendetta!. Doctor Bartolo. Le nozze di Figaro. MozartOltre quel limite, t'attendo, o spettro. Attila. Attila. VerdiNutit Tondu, he he he!. Řeřicha. The Stubborn Lovers. DvořákEra pura come in cielo. Arnoldo. Adelia. Donizetti
Wikipedia
Giovanni Paisiello (ou Paesiello) (Tàrent, 9 de maio de 1740 - Nápoles, 5 de junho de 1816), foi um compositor clássico italiano, principalmente no campo da ópera-bufa.
Ingressou no Colégio dos Jesuítas. Carducci, convenceu os seus pais a aperfeiçoar sua arte, em Nápoles. Tendo estudado com o abade Dom PRESTE. Compôs principalmente música religiosa durante sua estada no conservatório de San Onofrio.
Estréia na ópera cômica com uma peça que obtem algum sucesso. Em 1776, recebeu um convite de Catherine II a czarina da Rússia para ser seu mestre de capella. Em 1792, quando escreveu aquele que é provavelmente o seu melhor trabalho: Il barbiere di Siviglia, ovvero La precauzione inutile, baseado na peça teatral Le barbier de Séville, de Beaumarchais. Retornou à Itália para deixar doze sinfonias e uma ópera, Il rè Teodoro. De volta a Nápoles, foi mestre de Fernando I das Duas Sicílias.