Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Eloigné pour jamais d'une épouse crulle (Or che più non vedrò)

Compositor: Cherubini Luigi

Ópera: Médée

Papel: Jason (Giasone) (Tenor)

Descarga música impresa gratis: "Eloigné pour jamais d'une épouse crulle (Or che più non vedrò)" PDF
Sovra balze scoscesi e pungenti. Goffredo. Rinaldo. HändelRecit....O tu che in seno agli angeli. Don Alvaro. La forza del destino. VerdiAh! fuyez, douce image. Chevalier Des Grieux. Manon. MassenetLa donna è mobile. The Duke of Mantua. Rigoletto. VerdiNature, immense, impénétrable. Faust. A Danação de Fausto. BerliozAh, sì ben mio... Di quella pira. Manrico. Il trovatore. VerdiPerdere il bene amato che il fato e amor ti diè. Ulisse. Deidamia. HändelVerdi prati e selve amene. Ruggiero. Alcina. HändelUna furtiva lagrima. Nemorino. L'elisir d'amore. DonizettiDe' miei bollenti spiriti. Alfredo Germont. La traviata. Verdi
Wikipedia
Médée ("Medeia") é uma ópera lírica, do gênero opéra-comique (ópera com diálogos intercalados entre os trechos cantados), em três atos, do compositor Luigi Cherubini, com libreto de François-Benoît Hoffmann (Nicolas Étienne Framéry), a partir da peça teatral homônima, de Pierre Corneille, baseada na tragédia Medéia de Eurípides.
A primeira versão da ópera estreou a 13 de março 1797 em Paris no Théâtre Feydeau, teve uma recepção pouco entusiástica.
Várias versões da ópera foram produzidas e encenadas em italiano e alemão:
O papel de Medeia é famoso pela sua dificuldade; alguns dos famosos intérpretes do papel no século XX incluem Maria Callas, Eileen Farrell, Dame Gwyneth Jones, Magda Olivero, Leyla Gencer, Leonie Rysanek, Anja Silja, Mirella Freni, Maralin Niska, Marisa Galvany, Montserrat Caballé, Grace Bumbry, Shirley Verrett e, no original da versão restaurada, Phyllis Treigle.