Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

Ária: Geh' hin! dein Trotz soll mich nicht schrecken

Compositor: Mozart Wolfgang Amadeus

Ópera: Bastien und Bastienne

Papel: Bastien (Tenor)

Descarga música impresa gratis: "Geh' hin! dein Trotz soll mich nicht schrecken" PDF
Vedrommi intorno. Idomeneo. Idomeneo, re di Creta. MozartHier soll ich dich denn sehen. Belmonte. Die Entführung aus dem Serail. MozartWenn der Freude Tränen fliessen. Belmonte. Die Entführung aus dem Serail. MozartSe il tuo duol. Arbaces. Idomeneo, re di Creta. MozartDeh per questo istante solo. Sextus. La clemenza di Tito. MozartDies Bildnis ist bezaubernd schön. Tamino. A Flauta Mágica. MozartIn quegl'anni, in cui val poco. Don Basilio. Le nozze di Figaro. MozartTradito, schernito. Ferrando. Così fan tutte. MozartDel più sublime soglio. Tito. La clemenza di Tito. MozartDalla sua pace. Don Ottavio. Don Giovanni. Mozart
Wikipedia
Bastien und Bastienne é uma das primeiras obras de Wolfgang Amadeus Mozart que a compôs aos 12 anos baseada na peça de Jean Jaques Rousseau, Le Devin Du Village. É um Singspiel em um ato com libreto de F. W. Weiskern, J. H. Müller e J. A. Schachtner, inspirado em M. Favarat e H. de Guerville Bem recebida pelo público, esta pequena peça impulsionou o jovem Mozart para seus trabalhos posteriores.
O enredo trata das desventuras de Bastienne, uma jovem camponesa que perde seu amado, Bastien, para uma nobre dama. Desesperada, e almejando reconquistar seu grande amor, ela recorre à ajuda do Mago Colas. A trama se desenvolve em torno dos conselhos dados pelo feiticeiro, tanto para Bastienne como para Bastien.
A peça é de grande simplicidade, marcada por uma unidade melódica que se estabelece de maneira natural. Ao mesmo tempo já é possível identificar a caracterização de cada personagem, através dos recursos musicais. Uma obra cujo despojamento e concisão estão associados a uma grande fluência e dinamismo.
Die Schuldigkeit des Ersten Gebots (1767) Apollo et Hyacinthus (1767) Bastien und Bastienne (1768) La finta semplice (1769) Mitridate, ré di Ponto (1770) La Betulia liberata (1771) Ascanio in Alba (1771) Il sogno di Scipione (1772) Lucio Silla (1772) La finta giardiniera (1775) Il re pastore (1775) Zaide (1780) Idomeneo, ré di Creta (1781) O Rapto do Serralho (1782) L'oca del Cairo (1783) Lo sposo deluso (1784) O Empresário Teatral (1786) As Bodas de Fígaro (1786) Don Giovanni (1787) Così fan tutte (1790) A Flauta Mágica (1791) A Clemência de Tito (1791)