Arias
Duos...
Óperas
Cantatas
Compositoras
Switch to English

L'elisir d'amore

Compositor: Donizetti Gaetano

Arias (partituras para voz e piano):

Adina ()

Della crudele IsottaPrendi, per me sei libero

Belcore (Barítono)

Come Paride vezzoso

Doctor Dulcamara (Baixo)

Udite, udite, o rustici

Nemorino (Tenor)

Quanto è bella, quanto è caraUna furtiva lagrima

Conjuntos (partituras para voz e piano):

Cantiamo cantiam. Belcore (Barítono) Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano) Giannetta (Soprano)Chiedi all'aura lusinghiera. Nemorino (Tenor) Adina (Soprano)Dell elisir mirabile. Nemorino (Tenor) Giannetta (Soprano) Adina (Soprano) Doctor Dulcamara (Baixo)Io son ricco e tu sei bella (Barcaruola). Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano)Lallarallara la la...Esulti pur la Barbara. Adina (Soprano) Nemorino (Tenor)Quanto amore ed io spietata...Una tenera occhiatina. Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano)Recit..Ardir ha forse il cielo mandato.Voglio dire lo stupendo elisir...Obbligato obbligato. Doctor Dulcamara (Baixo) Nemorino (Tenor)Recit.Venti scudi...Qua la mano giovinotto. Belcore (Barítono) Nemorino (Tenor)

Partituras

"L'elisir d'amore" PDF 8Mb "L'elisir d'amore" PDF 14Mb "L'elisir d'amore" PDF 16Mb "L'elisir d'amore" PDF 24Mb "L'elisir d'amore" PDF 59Mb "L'elisir d'amore" PDF 66Mb
Romanza: "Una furtiva lagrima" (tenor). PDF 2MbRomanza: "Una furtiva lagrima" (tenor). PDF 0Mb

Partituras para orquestra

"L'elisir d'amore" PDF 16Mb "L'elisir d'amore" PDF 23Mb
Banda Score PDF 1Mb
OvertureBel conforto al mietitore (Giannetta)Quanto è bella, quanto è cara. NemorinoBenedette queste carte (Adina, Giannetta, Nemorino)Della crudele Isotta. AdinaMarzialeCome Paride vezzoso. BelcoreOr se m'ami come io t'amo (Belcore, Adina, Nemorino, Giannetta)Intanto o mia ragazza (Belcore, Adina)Una parola o AdinaChiedi all'aura lusinghiera. Nemorino (Tenor) Adina (Soprano)Che vuol dire codesta suonataUdite, udite, o rustici. Doctor DulcamaraArdir ha forse il cielo mandato (Nemorino)Voglio dire lo stupendo elisir (Nemorino)Obbligato obbligato (Nemorino)Caro elisir sei mio (Adina, Nemorino)Lallarallara la la (Nemorino, Adina)Lallarallara la la...Esulti pur la Barbara. Adina (Soprano) Nemorino (Tenor)Tran tran inguerra ed amor (Adina, Belcore, Nemorino)Signor sargente (Giannetta, Belcore, Nemorino)Adina credimi te ne scongiure (Nemorino, Belcore, Adina, Giannetta)Andiam Belcore (Adina, Nemorino, Belcore)Cantiamo cantiam. Belcore (Barítono) Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano) Giannetta (Soprano)Poiche cantar vi alletta (Belcore, Giannetta)Io son ricco e tu sei bella (Barcaruola). Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano)La Nina gondoliera e il senator (Adina)Silenzio e qua il notario (Belcore, Adina)Le feste nuziali son piacevoli (Nemorino)La donna e un animale stravagante (Belcore, Nemorino)Ai perigli della guerra (Nemorino, Belcore)Venti scudi (Nemorino, Belcore)Recit.Venti scudi...Qua la mano giovinotto. Belcore (Barítono) Nemorino (Tenor)Saria possibile (Giannetta)Dell elisir mirabile. Nemorino (Tenor) Giannetta (Soprano) Adina (Soprano) Doctor Dulcamara (Baixo)Come sen va contento (Adina)Quanto amore ed io spietata...Una tenera occhiatina. Doctor Dulcamara (Baixo) Adina (Soprano)Una tenera occhiatina (Adina)Una furtiva lagrima. NemorinoEccola oh qual le accresce (Nemorino, Adina)Prendi, per me sei libero. AdinaAlto fronte (Belcore, Adina)Ei corregge ogni difetto (Adina, Nemorino, Belcore)
Wikipedia
L'elisir d'amore é uma ópera-bufa em dois atos de Gaetano Donizetti com libreto de Felice Romani. Estreou no Teatro della Canobbiana de Milão, Itália em 12 de maio de 1832. A obra foi criada em duas semanas, sendo uma semana para a poesia e outra para a música, a pedido do gerente do teatro, que precisava de uma peça com urgência após o compositor originalmente contratado não ter entregue a obra prometida.
A ópera passa-se numa pequena aldeia vasca no final do século XVIII.
Nemorino, está apaixonado por Adina, mas esta não lhe dá crédito. Ao ouvi-lo narrar aos camponeses a história mítica de Tristão e Isolda convence-se da existência no mundo de um filtro mágico capaz de mudar o coração empedernido da sua amada. Temendo a rivalidade de Belcore, um militar acabado de chegar à aldeia, por quem Adina se mostra encantada e disposta a casar, aproxima-se de Dulcamara, um charlatão também ali acabado de chegar, que, surpreendido com improvável inocência de Nemorino, lhe vende como "a poção mágica do amor" uma garrafa de vinho de Bourbon.
A festa de casamento está prestes a começar. Nemorino, desesperado, alista-se no regimento de Belcore para ganhar mais dinheiro para comprar mais poção mágica.
Nemorino não sabe que herdou uma grande fortuna, e que pela anunciada morte do seu tio já toda a aldeia sabe. A raparigas do lugar, conduzidas por Gianetta, perseguem-no. Nemorino, ao vê-las, convence-se da fiabilidade da poção mágica. Por fim, Adina, tomando conhecimento de tudo, consciente que Nemorino não lhe é indiferente, desfaz o acordo com Belcore, resgata-lhe a liberdade como homem civil e confessa-lhe o seu amor.
Enrico Caruso, 1911